segunda-feira, 16 de maio de 2011

A indústria do orgasmo

Tempo de Duração: 48 min
Ano de Lançamento: 2009
Qualidade: TVRip
Formato: Avi
Audio: Inglês
Legenda: Português
Tamanho: 402 MB
Sinopse: A diretora Liz Canner investiga a trajetória de indústrias farmacêuticas na corrida para produzir um remédio contra a disfunção sexual feminina, o que se espera que seja o primeiro “Viagra” para mulheres. Mas, o que promete uma atividade sexual mais intensa para mulheres garante bilhões de dólares para empresários do ramo.
Tudo começa quando Liz aceita um emprego editando vídeos publicitários para uma empresa farmacêutica, que produz o remédio para mulheres e tenta ganhar aprovação do órgão responsável do governo americano. Com o tempo, a diretora descobre que o empregador quer apenas ganhar dinheiro às custas do público feminino, distorcendo conceitos como saúde, doença e até mesmo orgasmo.
O documentário traz depoimentos de médicos e cientistas resistentes à ideia de que a falta de satisfação sexual deve ser tratada à base de remédios. A condição da maioria das mulheres, na opinião dos especialistas, se deve a questões culturais: problemas de relacionamento, abuso sexual, educação sexual insuficiente e estresse.
Ao longo do filme, são mostrados personagens que juram ter a chave para o bom orgasmo feminino. Um médico na Carolina do Norte, por exemplo, testa o “Orgasmatron” – um eletrodo injetado na espinha, ativado por um botão. Uma produtora de equipamentos médicos lança uma espécie de cirurgia plástica a laser na vagina, para que as mulheres se sintam rejuvenescidas. Muitos destes tratamentos mostrados podem causar efeitos perigosos, como mutilação, câncer e até mesmo demência.
A diretora, no entanto, também encontra profissionais comprometidos com a conquista saudável do prazer erótico feminino: o dono de um sex shop e um professor do departamento médico da Universidade de Harvard. Para eles, a chave para a realização sexual inclui transformações não apenas na rotina sexual das pessoas, mas no funcionamento da sociedade.

Download

Nenhum comentário: