domingo, 25 de dezembro de 2011

A Caverna dos Sonhos Esquecidos

Tempo de Duração: 90 min
Ano de Lançamento: 2011
Qualidade: DVDRip
Formato: Avi
Audio: Inglês
Legenda: Português
Tamanho: 1,04 GB
Sinopse: O célebre diretor Werner Herzog nos leva, mais uma vez, em uma aventura incrível, indo aos limites de um lugar extraordinário. Superando desafios consideráveis, Herzog registra a impressionante imponência da caverna de Chauvet, no sul da França, onde foram descobertas as mais antigas pinturas rupestres do mundo. Herzog revela um mundo subterrâneo de tirar o fôlego, incluindo obras de arte com 32 mil anos de idade com seu estilo inigualável. Com sua narração bem-humorada e envolvente, Herzog reflete sobre o nosso desejo primordial em se comunicar e representar o mundo à nossa volta, a evolução e o nosso lugar nela, e, em última instância, o que significa ser humano. Ao fazer o documentário, apresentado pela primeira vez no Festival Internacional de Cinema de Berlim, o cineasta Werner Herzog, de 68 anos, realizou um sonho de infância. Herzog, ainda menino, arranjou um trabalho só para comprar um livro sobre pinturas rupestres, e o seu sonho virou realidade quando ele teve acesso à caverna de Chauvet-Pont-d’Arc, descoberta na década de 90, com mais de 400 pinturas rupestres.

Parte 01, Parte 02 (Opção 01 - FileRIO)


SENHA PARA DESCOMPACTAR: videosrip

Screen:

6 comentários:

Anônimo disse...

O LINK NÃO ESTÁ FUNCIONANDO, TERIA COMO ARRUMAR? OBRIGADO.

Anônimo disse...

ESSE DOCUMENTÁRIO SE TORNOU RARO, COMO PROFESSOR DE HISTÓRIA GOSTARIA MUITO DE BAIXAR. ARRUMA AÍ AMIGÃO, SEU BLOG É UM DOS MEUS FAVORITOS!

Guilherme disse...

Anônimo, não tenho mais este doc, mas vou ver com alguns amigos e assim que puder atualizo-o. Obrigado.

Guilherme disse...

LINK ATUALIZADO.

Anônimo disse...

OBRIGADO,VOU BAIXAR!

Anônimo disse...

VENHO AGRADECER MAIS UMA VEZ, TERMINEI AGORA DE BAIXAR E ASSISTI ALGUNS TRECHOS DO DOCUMENTÁRIO, JÁ IMAGINAVA SER UMA PRECIOSIDADE DA PRÉ-HISTÓRIA. OBRIGADO POR INCENTIVAR A CULTURA E O CONHECIMENTO Á NÓS PESQUISADORES!